segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Poesia - Pretensões

Pretensões
Marcelo plácido

Chuva salgada que adocica os lábios teus
Maça do rosto de origem castelhana
Olhos que olham como esmeraldas que brilham
Andar tão linda vestida de morangos meus
Amaria muito se pudesse sentir o batom que te acompanha
Deve ter um sabor único e inigualável

Perdoe-me as comparações que costumo fazer
Mas sua delicadeza compara-se a um frasco fino e delicado de perfume importado feminino
Minha senhorita que a tua graça ainda não sei
Faço-te uma pequena proposta:
Ofereço-me sem despesas levar suas sacolas de compras até a entrada da sua casa
Deve estar muito pesado, não?
Se não se importar, beijarei sua boca depois

Um comentário:

Rosicréia disse...

oOla...

nossa q lindo parabens...

bjss ate mais